Nota sobre a estimação da Taxa de Reprodução, mudanças no horário de divulgação e disponibilidade de estimativas antigas.

As estimativas do número de reprodução (R) possuem uma incerteza não só quanto ao futuro, mas também quanto ao passado. Uma pessoa que está doente hoje, muito provavelmente ainda estará amanha, e portanto quando fazemos a estimação com os dados de amanhã, é preciso corrigir também as estimativas de hoje. Tendo em vista tornar as coisas mais transparentes neste sentido, disponibilizamos no painel de resultados, na aba do número de reprodução, um novo campo onde o usuário pode escolher a data de estimação para ter acesso à resultados antigos.

Outra questão é a maior incerteza de estimativas suavizadas nas extremidades da amostra, ou seja, nos primeiros e últimos dias da mesma. Por este motivo, quanto mais próximos estivermos do final da série de dados, mais veremos mudanças nos números dia a dia. Para evitar confusões deste tipo, a partir de hoje estaremos divulgando o número de reprodução defasado em uma semana, para que haja uma quantidade maior de dados após a data que desejamos avaliar. Entretanto, é de nosso interesse manter os números atuais, portanto, seguiremos divulgando, juntamente com o número de reprodução defasado em uma semana, os valores mais recentes com uma pequena modificação: passaremos a utilizar as previsões realizadas para cada estado como informação para os modelos com o objetivo de deixar as datas mais recentes mais estáveis ao longo do tempo. No caso do número de reprodução por IDHM, reportaremos apenas os valores defasados em 7 dias. O usuário pode escolher qual resultado ver na aba do número de reprodução do painel de resultados. Ressaltamos que as estimativas até as datas mais recentes ainda podem apresentar alguma instabilidade, por serem estimadas utilizando previsões. Os números defasados são mais estáveis. Ainda sobre a estabilidade dos números de reprodução, foram feitos pequenos ajustes paramétricos nos modelos a partir da data de hoje. Para detalhes sobre o procedimento e as mudanças feitas clique aqui. Devido à estas mudanças, a atualização diária dos números de reprodução passará a ser feita de manhã a partir do dia 2 de junho, pois agora depende dos resultados previstos. Os resultados referentes às estimações de 1 de junho já estão disponíveis.

Por último, o estado de Tocantins é o único que ainda não possui previsões, pois tem séries de dados mais curtas do que os demais estados. Divulgaremos os resultados para Tocantins em breve.